11 de dez de 2010

Usando as Histórias para Ensinar os Princípios da Palavra de Deus para os Juniores

Uma técnica de ensino que é boa para qualquer idade é contar histórias. temos uma fonte riquíssima de histórias, que é a Bíblia. Foi um dos métodos usados por Jesus para ensinar conceitos e princípios que devem reger a vida do seu seguidor.
   Geralmente os nossos estudos bíblicos estão numa história ou fazem parte do contexto de uma história. Por isso, podemos explorar muito mais esta técnica com os nossos junniores.
   Existem alguns cuidados necessários da parte do professor, por exemplo:
1. Conhecer bem a história;
2. fazer um planejamento antes de contá-la;
3. Não enfatizar detalhes simples;
4. Mostrar entusiasmo e alegria ao contá-la;
5. Evitar o uso de muitos "então"
6. utilizar linguagem clara e correta;
7. pronunciar bem as palavras;
8. Olhar para os seus ouvintes;
9. Falar em tom audível e com voz modulada.
   Depois dos cuidados observados, você pode fazer diversos exercícios com os juniores, após a história, como por exemplo:
* Dividir a classe me dois grupos e pedir a cada grupo para encen ar a história. Depois de um tempo para eles prepararem a encenação, cada grupo se apresenta. Geralmente cada grupo dará um versão, enfatizando o que mais chamou atenção.
* Pedir a um aluno que comece a contar a história, a seguir pedir a outro que continue onde o primeiro parou e, assim, até chegar ao final da história. O importante é dar oportunidade a todos.
* Pedir aos alunos que desenhem qualquer momento da história e depis façam uma exposição, recordando com todos a história contada.
* Um exercício interessante para fazer, principalamente com os juniores maiores, é interromper  a narrativa da história, num momento de decisão, e pedir que eles imaginem qual vai ser a sequência, que pode ser falando ou mesmo encenando o que vai ocorrer. Depois, você termina a história no seu original. Este exercício é muito bom em histórias desconhecidas pelos alunos.
   Professor, professora, mãos à obra, cumprindo o seu dever de ensinar.

1 comentários:

Postar um comentário