7 de jun de 2011

Aos Pais: Festa Junina: Folclore ou Religião?

Hoje, as festas juninas possuem cor local. De acordo com a região do país, variam os tipos de dança, indumentária e comida. A tônica é a fogueira. o foguetório, o milho, a pinga, o mastro e as rezas dos santos.

INFLUÊNCIA NA EDUCAÇÃO

Sob essa base é que as instituições educacionais promovem, em nome do ensino, as festividades juninas, expressão que carrega consigo muito mais do que uma simples relação entre a festa e o mês de sua realização.
Nessa época as escolas, em nome da "cultura", incentivam tais festas por meio de trabalhos escolares, pesquisas, participação nas quadrilhas, barracas, etc.
Entretanto, convém salientar a distância existente nas finalidades educacionais e as religiosas.
Dinate de tudo isso, perguntamos: "Teria algum problema acompanharmos os nossos filhos (ou permitirmos a participação dos mesmos) nas festas juninas realizadas nas escolas, quando as crianças, vestidas a caráter (de caipirinhas), dançam quadrilha e se fartam dos pratos oferecidos nessas ocasiões?".
Como separar o folclore da religião  se ambas estão intrinsecamente ligadas?

O QUE A BÍBLIA DIZ

O povo de Israel abraçou os costumes das nações pagãs e foi criticado pelos profetas de Deus. A vida de Elias é um exemplo específico do que estamso falando. Ele desafiou o povo de Israel a escolher entre Deus e Baal. O profeta pôs o povo à prova: "Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o, e se é Baal, segui-o" (I Reis 18:21). É claro que o contexto histórico do texto bíblico em pautaé outro, mas, como observadores e seguidores da Palavra de Deus, devemos tomar muito cuidado para não nos envolvermos com práticas herdadas do paganismo. pois é muito arrriscada a mistura de costumes religiosos, impróprios à luz da Bíblia.
Para muitos cristãos, pode parecer que a participação nessas festividades juninas não tenha nenhum mal, e que a Bíblia não se posiciona a respeito. É óbvio que nenhum crente participa dessas festas com o objetivo de praticar a idolatria, mas devemos reletir o seguinte:
As bases das festas juninas estã ofincadas nas práticas das festividades pagãs, onde os pagãos na mesma data ofereciam seus louvores e saus festas em honra daqueles deuses. Eram as festas pelas colheitas. As festas juninas usurparam isto dos gentios, com apenas o detalhe de transvestir tais festas com roupagem cristã.
Será que Deus se agradaria de tais festiviadades, quando sabemos que elas desobedecem explicitamente o que Ele ordenou em sua santa Palavra?
Se Deus rejeitou as festas de Israel que eram dedicadas somente a Ele (Amós 5:21-23), mas que haviam sido mescladas com elementos dos cultos pagãos dos paíse vizinhos, não rejeitaria com mais veemência ainda as ditas festas "cristã" dedicada aos santos?

Que Deus nos dê sabedoria e discernimento nas decisões da tarefa de conduzir os nossas filhos nos caminhos do Senhor.



0 comentários:

Postar um comentário