12 de ago de 2013

Zé Zangão - História do ZÉ CORAÇÃO






 Zé Zangão

Este é o Zé Zangão.

Ele é um menino mal humorado, por isso, não tem amigos. (mostrar a figura)
 
Ele tem olhos tristes (mostrar a figura).
Seus olhos só vêem o defeito dos seus colegas.
Ele não acha nada bonito.
Para ele, o mundo e a vida são horríveis.
Ele não se alegra com nada.
Qualquer coisa é motivo de choro.
 
Seus ouvidos são tristes (mostrar a figura).
Ele só gosta de ouvir piadas picantes, indecentes, zombarias e palavrões.
 
Da sua boca, só saem palavrões, mentiras... 
(mostrar a figura).
Ele fala mal de todos, põe defeito nos colegas... ele é malcriado, responde com desrespeito aos professores, às autoridades. Ele não respeita ninguém.
Tic-tac, tic-tac! (mostrar a figura).
Ele não tem tempo para ajudar aos outros.
Além disso, ele também só chega atrasado nas aulas.
 
Seus pés, como todo o seu corpo, também é triste (mostrar a figura).
Eles vão a lugares que não agradam a Deus.
Eles costumam ser usados para fazer os colegas tropeçarem e para praticarem coisas más.
 
E suas mãos? Delas também só sai tristeza.
Zé as usa para roubar coisas de seus colegas, como lápis, dinheiro, caneta e borracha.
Os professores já não sabem o que fazer com ele.
Embora já tenha sido expulso de várias aulas e já tenha freqüentado muitas escolas,
Zé Zangão não se corrigiu.
 
Um dia, apareceu em sua escola, um menino chamado Beto.
Beto era um menino feliz e ao contrário de Zé Zangão, gostava de fazer amizades.
 
Por ser muito simpático, Beto logo conquistou a amizade de Zé. E, num instante, Beto já estava falando de Jesus e do amor de Deus para o Zé.
Ele até mostrou um versículo na Bíblia, que dizia:“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”
Beto mostrou a Zé Zangão, que o amor de Deus por ele e por toda a humanidade havia sido tão grande, que Ele enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer numa cruz pelos nossos pecados, nossos erros.
E aquele que crer no sacrifício de Jesus não apenas terá vida eterna, mas terá também uma vida com objetivos, uma vida mais feliz.
 
Zé Zangão sentiu o amor de Deus por ele, reconheceu as coisas erradas que fazia, e ele resolveu entregar sua vida a Jesus Cristo, pedindo-lhe para mudar, totalmente, o seu modo de ser.
E Jesus ouviu o pedido de Zé, transformando sua vida. 
 
Agora, ele é um menino feliz. (mostrar a figura).
 
Tic-tac, tic-tac. Agora, Zé Coração tem tempo para ajudar aos outros.
Além disso, ele passou a chegar cedo na escola.(mostrar a figura).
 
Os seus olhos, agora, enxergam o mundo lindo que Deus criou.
Zé, agora, sabe ver as qualidades dos outros (mostrar a figura).
 
Ele também gosta de ouvir só coisas boas.
Os seus ouvidos estão sempre alegres, agora (mostrar a figura).
 
Os seus pés passaram a andar só em lugares que agradam a Deus.
Eles também são alegres. (mostrar a figura)
 
As suas mãos, agora, vivem dispostas a ajudar os outros.
E ele já não tira mais nada dos outros. Suas mãos são alegres. (mostrar a figura)
 
Quanto à sua boca, dela, hoje, só saem palavras agradáveis, de estímulo e companheirismo.
Hoje, todos notam a transformação que Jesus fez na vida de Zé. 
 
Seus colegas e professores tornaram-se seus amigos e Zé, passou a ter, agora, uma vida repleta de sentido, uma vida cheia de razão, feliz.
“Entregue sua vida a Jesus e tenha uma vida transformada, como a vida de Zé, que agora passou a chamar-se Zé Feliz!”

0 comentários:

Postar um comentário